Na década de 80, quando os esmaltes não tinham um décimo do status que têm hoje na moda, havia três ou quatro cores que faziam sucesso nas unhas brasileiras. Sem pensar muito, lembro do branco transparente Via Láctea e da combinação de dois vermelhos: Gabriela e Rebu. Eram poucos, os nomes. E bem coerentes. Agora, existem até nomes gastronômicos, como o Risoto de Mandioquinha. Mas nem toda essa criatividade na nomenclatura supera o talento de quem aplica os esmaltes. Muito menos se esse alguém trabalhar no Meia Hora. Segundo a dona do salão, Elis Rhoden, suas manicures-artistas já fizeram mais de mil (!) desenhos diferentes nas unhas das clientes. E tudo a mão, sem qualquer molde.

Como as unhas decoradas fazem sucesso entre as pequenas e as adolescentes, levei minha filha para experimentar o serviço. Na chegada, ela recebeu um IPad pra ver mais modelos do que podia imaginar. Nem eu acreditei quando vi as unhas do filme Up, Altas Aventuras – a casa voadora fica no dedão, os balões nos dedos do meio e as nuvens nos outros dois. Na nossa frente, uma menina enfeitava as mãos com o copo, as batatinhas e o hambúrguer do McDonalds. Mas o que eu gostei mesmo foi das unhas que, alinhadas, formavam um desenho só, como o de esqueleto – caveira no indicador, corpo no Polegar.

A cada semana, cerca de 60 meninas e mulheres procuram as manicures que desenham com pincéis de um fio só, usando tinta para tecido. Uma vez por mês, a casa promove o encontro kids, onde as pequenas fazem literalmente a festa. E ajudam a aumentar o portfólio do salão. Volta e meia, as clientes querem fazer desenhos que viram na internet ou, quem sabe, em viagens. Uma delas foi até o Meia Hora assim que chegou da Europa. E saiu de lá com a Monalisa Pintada na unha.

Unhas com desenhos feitos à mão
Meia Hora
Av. Nilo Peçanha, 2491 / lj.5
(51) 3062.6050
www.meiahora.net

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...